quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

CLIPPING CRF/RS – NOTÍCIAS Anvisa, SES/RS, CFF 03/01/2019

Notícias Anvisa, SES/RS, CFF

Aprovadas regras para estudos de terapias celulares

A realização de pesquisas clínicas na área das terapias celular e gênica ganhará impulso no Brasil. Isso porque a Anvisa aprovou a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 260/2018, que estabelece critérios específicos para estudos com produtos de terapias avançadas, métodos que consistem no uso de material genético (genes e células) em diversos tratamentos.  O objetivo do desenvolvimento desses produtos é o fornecimento de terapias de qualidade, seguras e mais eficazes para uma série de doenças como cânceres e doenças hereditárias, genéticas, degenerativas e raras. A medida trará diversos benefícios porque estimulará o desenvolvimento de pesquisas dessa natureza no país, atraindo o interesse da indústria para a realização de estudos. Além de gerar impacto econômico, resultará em mais produtos sendo testados e aumentará o acesso da população a novas terapias.

Pesquisa: uso irregular de formol em salões de beleza

O uso de formol como alisante de cabelo não é permitido, mas essa prática é comum em uma parcela dos salões de beleza do país. É o que indica um levantamento inédito realizado pela Anvisa junto às Vigilâncias Sanitárias (Visas) de estados e municípios. De acordo com a pesquisa, 35% de um total de 664 questionários respondidos indicaram o uso irregular de formol por salões de beleza. Em 61,6% dos casos, a suspeita é de que a adição do formol ao alisante de cabelo tenha sido feita pelo próprio fabricante do produto. Outros 22,4% dos pesquisados informaram que a adição ou manipulação pode ter sido feita pelo profissional cabelereiro. Já em 15,9% dos casos, os órgãos de vigilância sanitária identificaram as duas situações. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário